PMFS Natal 2
Em cima da hora:
Motociclista fica ferido após bater de frente com ônibus em Ribeirão Preto
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • INTIMIDADES COM SILVANO SALLES

    No Intimidades dessa quinzena, Lusitania Mel bateu um papo descontraído com a cantor apaixonado Silvano Salles. O cantor, que passou por muitas dificuldades antes de ficar conhecido no mundo da música, compartilhou com a gente um pouquinho da sua história, além de responder às nossas perguntas apimentadas.
    27.09.2015 10h38m
    Recomendar
    INTIMIDADES COM SILVANO SALLES
    Intimidades com Silvano Salles

    Lusitania Mel: Quando começou a sua paixão pela música?
    Silvano Salles: Eu sempre gostei de música, desde a infância, que eu era filho de ambulante na Feira de Joaquim, lá em Salvador. Como eu venho de família simples, eu sempre tive uma dificuldade, mas eu tinha aquele sonho.

    LM: Você já passou fome?

    SS: Já. Minha mãe trabalhava em casa de família pra sustentar eu e meu irmão, minha irmã morava com o pai dela. Tivemos uma vida difícil, mas estamos, graças a Deus, muito bem hoje. Nunca desista dos seus sonhos, apesar das dificuldades. Bola pra frente, fé em Deus, acreditar em si mesmo, porque se você não acreditar ninguém acredita.


    LM: Qual seu signo? Você se identifica com seu signo?
    SS: Capricórnio. Não muito.


    LM: Você tem algum amor, um relacionamento sério?
    SS: Eu não sou casado, mas tenho uma pessoa em minha vida.


    LM: Você tem filhos?
    SS: Tenho um filho do meu primeiro relacionamento, mas ele atualmente mora com a mãe. Estamos separados há 6 anos.


    LM: Como você lida com o assédio das fãs? Sua namorada tem ciúmes?
    SS: Não, porque quando a conheci eu já era envolvido com a música. E música é a única coisa que sei fazer atualmente, ela tem que entender. Jamais eu vou largar a música por nada nesse mundo. É o que sei fazer e o que gosto de fazer, é meu trabalho e meu tudo.


    LM: O que você canta é o que você realmente gosta ou é algo comercial?
    SS: Atualmente o que eu canto é o que eu gosto. Eu gosto muito de música romântica, ela entrou em minha vida na hora certa e eu tô muito feliz com esse estilo que eu faço.
    Momento caixa do Intimidades


    LM: Faça uma pergunta pra apresentadora.
    SS: Você atualmente está solteira, casada, tico-tico no fubá?


    LM: Estou conhecendo uma pessoa (risos).
    LM: Qual foi o presente mais caliente que você recebeu de uma fã?
    SS: Atualmente tenho recebido muitos ursinhos, recebi recentemente em São Paulo um coração grandão. Já jogaram calcinha no palco também, sutiã, essas coisas... Fico feliz pelo carinho das fãs. Já teve fã que jogou camisinha em cima do palco, eu fingi que não vi (risos).


    LM: Quais artistas te inspiram a compor?
    SS: Sendo sincero, eu não tenho um artista que eu escuto só ele. Eu pesquiso todos os artistas da atualidade pra gravar.


    LM: Quem é seu ídolo na música?
    SS: Roberto Carlos. Gosto muito de Amado Batista também.


    LM: O que você acha do público gay que curte seus shows?
    SS: Acho ótimo, não tenho esse preconceito. Gosto de todos os públicos, nada contra.


    LM: O que é fama pra você hoje?
    SS: Você tem que estar bem no mercado, mas, além disso, você tem que ser carismático, carinhoso com seus fãs, amigos e família.


    LM: Existe alguém que você gostaria de pedir perdão?
    SS: Eu acho que não porque eu sou uma pessoa de origem humilde. Eu não tenho ser humilde, eu não tento ser carismático, já é uma coisa minha. Muitas vezes a gente não agrada todo mundo, mas pra quem me conhece de verdade sabe que sou um cara tranquilo.


    LM: O fato de seu pai não ter te assumido te deixou algum rancor?
    SS: Não. Conheci meu pai em 2004, antes dele falecer. Tratei ele super bem, nos tornamos amigos. Sempre que eu podia eu levava meus amigos para o bar dele, em Simões Filho. Mas infelizmente ele já estava doente e não resistiu.


    LM: Você já se apaixonou por alguma fã?
    SS: Não. Eu tenho essa preocupação, geralmente eu sei separar carinho de fã. Até hoje ainda não aconteceu.


    LM: Qual a parte do seu corpo que você mais gosta?
    SS: Meu sorriso.


    LM: Você já fez alguma loucura por amor?
    SS: Já chorei no passado. Mas loucura acho que não.


    LM: Qual foi o lugar mais inusitado que você fez amor?
    SS: Prefiro pular essa parte...


    LM: Quando foi sua primeira vez?
    SS: Tem tanto tempo que nem lembro. As pessoas dizem que a primeira vez sempre marca, pra mim não marcou não. Acho que por volta dos 15 anos.


    Assista esta entrevista na íntegra na TV Geral - www.tvgeral.com.br



  • 1
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia