Facebook
Em cima da hora:
Baile Municipal de Bezerros vende ingressos para show de Araketu
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Intimidades com Vina Calmon

    O Intimidades dessa semana tem uma convidada muito especial, Vina Calmon do Cheiro de Amor. Conheça um pouco mais dessa carismática e encantadora cantora que tem espalhado muita alegria com seu trabalho.


    Intimidades com Vina Calmon
    Lusitânia Mel e Vina Calmon
    Intimidades com Vina Calmon

    Luz Mel: Qual o seu signo?
    Vina Calmon: Sagitário.

    L. M.: Como está sua vida depois do Cheiro de Amor?
    V. C.: É todo um processo, um amadurecimento de lá pra cá. Tem sido muito positivo pra minha carreira e pra minha vida pessoal. O Cheiro de Amor tem sido uma escola pra mim, tem sido maravilhoso.


    L. M.: Temos acompanhado sua trajetória e antes você não mostrava tanto o corpo...
    V. C.: Sempre fui muito problemática em mostrar o corpo. Quando entrei no Cheiro, uma das primeiras coisas que pedi foi que quando fosse fazer os figurinos que não mostrassem muito. Mas, de um tempo pra cá eu estou tão escancarada. Essa vergonha foi embora.

    L. M.: Se você não fosse cantora, o que você seria?
    V. C.: Nunca me imaginei fazendo outra coisa. Quando eu estava no colegial, eu pensei uma época em fazer engenharia química. Eu associava à matéria que eu melhor me saia. Mas, eu tenho jeito pra fazer várias outras coisas. (Risos)

    L. M.: Qual o seu esporte preferido?
    V. C.: Eu gosto muito de boxe. Descobri que me saio bem e me identifico muito. Me ajuda a manter a forma e me ajuda também no condicionamento, o que é muito importante pra mim. E gosto de Crossfit. Já fiz pole dance. Jogos, zero. Sou muito ruim em qualquer tipo de jogo.

    L. M.: Tu já conseguiu realizar algum sonho com a música?
    V. C.: Eu já sou dona de muitas conquistas. Eu evoluí muito, cresci muito e sou muito grata por estar aqui. Um sonho que eu tinha era cantar com Ivete - eu já cantei com ela- e de estar à frente de uma banda com história como a Cheiro de Amor.

    L. M.: Qual o presente mais caliente que você ganhou de um fã?
    V. C.: Eu nunca ganhei um presente caliente, não. Se quiser mandar.... (Risos)

    L. M.: Já fez alguma dieta maluca que você não indicaria pra ninguém?
    V. C.: Uma vez eu aumentei, em três semanas, seis quilos. Era pra ser uma dieta tranquila. Eu cheguei desesperada no meu médico e aí ele me passou um remédio e eu tomei. Deu efeito colateral, eu passei tão mal, fiquei muito enjoada. Mas, não é normal de acontecer, é um caso raríssimo.

    L. M.: Quando foi a sua primeira vez... no palco?
    V. C.: Eu subi no palco com seis anos, mas não foi pra cantar, foi pra dançar. Com dez anos foi quando eu comecei a cantar na noite.

    L. M.: E a primeira vez?
    V. C.: Foi com 16 anos. Eu gostava muito do menino, era meu namorado. Isso foi muito legal.

    L. M.: Tá sem dono o coração de Vina?
    V. C.: Tá livre, leve e solta. (Risos) Até então, zero. O negócio está difícil.

    L. M.: Qual foi o momento mais emocionante da sua vida?
    V. C.: Foi na minha estreia no Cheiro. Foi inesquecível porque aquilo ali era um sonho que estava sendo realizado. Foi tudo tão lindo, eu não esperava que ia ser daquela forma. Eu fui pega de surpresa.

    L. M.: Tem alguém que você gostaria de pedir perdão?
    V. C.: Eu tenho me dado bem com todo mundo. Trato todo mundo da melhor forma, com muito respeito e muito carinho. Com certeza se houver, um dia, eu vou querer me desculpar e pedir perdão. E se tem alguém que ficou magoado comigo por alguma coisa, eu não sou conhecedora disso. Se existir essa pessoa, pode chegar a mim e me falar.

    L. M.: Tu já fez alguma plástica?
    V. C.: Sim. Duas.

    L. M.: O que é fama pra você?
    V.C.: Ela é o resultado da sua visibilidade. O sucesso traz a fama. É o reconhecimento do meu trabalho, mas ela pode existir de diversas formas, não só pelo trabalho. O sucesso sim é o resultado do meu trabalho.

    Assista a entrevista na íntegra no canal da TV Geral no Youtube e fique de olho nas novidades nas nossas redes sociais.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia