SECOM - BAHIA AQUI É TRABALHO
Em cima da hora:
População detém suspeito de roubar menor no Centro de São Carlos, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Intimidades com Robyssão

    Nesta quinzena o quadro intimidades com Lusitania Mel trás toda a irreverência do cantor de pago-funk da Bahia - Robyssão. Pura ostentação, neste papo ele revela ser um personagem e apesar de todo o seu estilo, diz ser uma pessoa comum de hábitos simples.


    Intimidades com Robyssão
    Intimidades com Robyssão

    Por que Champanhe não foi feito pra beber?
    Já fiz algumas festinhas e as meninas preferiam beber whisky e o champanhe elas tomavam banho na banheira ou na piscina observando, pensei em fazer uma música.
     
    E o nome Robyssão veio da onde?
    Apelido de infância, eu tinha um amigo com o mesmo nome pra não confundir ficou Robsinho e eu, Robsão daí em diante adotei este nome.
     
    No seu dia-dia o que você gosta de fazer, além de cantar?
    Gosto de ler, ficar na internet, joga boliche, ficar no whatsaap o dia todo, ficar com meu filho. Além das reuniões com o grupo para trocar algumas idéias consertar alguns erros...
     
    Seguindo a curiosidade de umas fãs Lusitania Mel pergunta:
    Você realiza o desejo de todas as mulheres?
    Pelo meu estilo, todos  pensam que eu sou um boêmio, namorador que gosta de farra. Eu sou um personagem e Robson é uma pessoa tranqüila, um cara bacana que teve uma infância bem família. As pessoas imaginam que eu faço o personagem virá realidade na minha vida e na verdade não é assim.
     
    Pago-funk é coisa de baiano?
    Na verdade a Bahia e o Rio têm algo em comum: povo hospitaleiro,  gostam de música. Em minhas viagens ao Rio eu sempre notei esse gosto e resolvi juntar esses dois estilos.
     
    Qual o presente mais ‘caliente’ de fã que mais te surpreendeu?
    Um absorvente (risos)
     
    Você guarda os presentes que ganha?
    Todos.
     
    Qual a parte do corpo que você mais gosta?
    A Barriga (risos)
     
    O que você acha do público Gay que curte suas músicas?
    Eles são divertidos e quando os shows duram um pouco mais sempre fazemos umas brincadeiras no palco, eles participam.
     
    Você é casado?
    Não, tenho três filhos. Eu namorei, tive meus filhos e é um presente de Deus, um filho alegra seu dia.
     
    Quando foi a sua primeira vez?
    Na cama, eu já estava velho com 16 anos e nos palcos foi na escola tinha uns 13 anos.
     
    Qual seu ponto fraco na hora...?
    Uma massagem.
     
     
    O que você escuta para compor suas músicas e montar seu repertório?
    Bezerra da Silva, Mr. Catra, muito regge Alfa Blond,  Edson Gomes, musicas antigas como Timbalada do amigo Xexeu, Pierre Eunazes.
     
    A quem você deve tanto sucesso, e as pessoas te seguirem tanto e disseminar isso pro mundo.
    Primeiramente ao hip-hop. Eu cheguei de Miami recentemente e os Americanos ostentam muito, vejo isso nos clipes e depois o Funk ostentação de São Paulo/Rio.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia